quarta-feira, 18 de abril de 2012

Blumenau, um pedacinho da Alemanha na região Sul do país




POR QUE IR?

Colonizada por alemães, a cidade catarinense é famosa pela cultura germânica em todas as searas.
A fabricação de ótimas cervejas, a arquitetura enxaimel que marca suas construções e, sobretudo, a Oktoberfest, a festa anual em torno da bebida que reúne centenas de milhares de pessoas, são características que fazem de Blumenau um pedacinho da Alemanha na região sul do país.



QUANDO IR?

Localizada na Região Sul do país, Blumenau tem as estações do ano bastante acentuadas. O inverno, no entanto, costuma ser muito rigoroso e nos últimos anos tem sido marcado por chuvas de grande intensidade. Em outubro, mês da Oktoberfest, a cidade se torna um formigueiro de turistas de todas as partes do país, mas é também a época mais animada e típica para se conhecer a cidade. Fevereiro é o mês mais chuvoso do ano.

COMO IR?

Blumenau está a 160 km de Florianópolis. A melhor maneira de chegar é a partir do aeroporto da capital, pegando ônibus (3h) ou carro.




PARA VER

O melhor para ver

Aprenda mais sobre a história da cidade no Museu da Família Colonial (Alameda Duque de Caxias, 78; ingresso R$ 3; 9h-17h, terça a sexta, 10h-16h, sábados e domingos), um grupo de casas ocupadas pelos fundadores da cidade em 1850. Ao virar a esquina você encontrará o Mausoléu Dr. Blumenau (Rua XV de Novembro, 161; grátis; 9h-17h, terça a sexta, 9h-16h30, sábados e domingos), o túmulo de Herman Bruno Otto Blumenau. Também no centro da cidade há igrejas históricas, como a bonita Igreja do Espírito Santo, datada de 1858.

O melhor da cerveja

Se você é mais interessado em gastronomia do que em história, visite o Museu da Cerveja (Praça Hercílio Luz) e seu convidativo Biergarten, onde é possível aprender mais sobre a cultura e a fabricação da bebida e ainda provar os sabores artesanais de cervejas locais.

O melhor da arquitetura

A Rua XV de Novembro tem os melhores exemplos da arquitetura germânica na cidade. Ali do lado, a Igreja Matriz do São Pedro é curiosamente batizada assim em homenagem ao único santo brasileiro que nasceu na Itália.

O melhor da Oktoberfest

Os principais eventos de Blumenau acontecem na Vila Germânica, um centro de convenções baseado na arquitetura alpina. A Oktoberfest (oktoberfestblumenau.com.br) reúne, durante duas semanas, festivais de música, dança típica alemã e degustação de cervejas. Pessoas vestidas tipicamente não pagam o ingresso da festa.

PARA COMER E BEBER

• Famoso pelo café colonial que serve, o Cafehaus Gloria (47 3322 6944; Rua 7 de Setembro, 954) tem tradição graças ao enorme bufê que serve todas as tardes, com bolos, pães, tortas e sanduíches. No almoço, o local contempla pratos da gastronomia brasileira.

• Quando você se cansar das comidas tipicamente alemãs, como salsichas e sauerkraut, vá até a Don Peppone (47 3322 8682; Rua Sete de Setembro, 2013), uma pizzaria tradicional e agradável.

• Um típico Biergarten nos moldes bávaros, o Park Blumenau (47 3326 5000; Rua Alberto Stein, 215) é um dos muitos da Vila Germânica. Mesmo fora do período da Oktoberfest vale visitar o complexo para reviver o melhor do legado alemão ou, pelo menos, fartar-se de ótimas cervejas.

• Sofisticado e instalado no topo do Morro do Aipim, o restaurante Frohsinn(47 3326 6050; Rua Gerturd Sierich) oferece incríveis vistas da cidade e uma excelente variedade de pratos europeus. Muito apetitoso e romântico.

• Para degustar uma enorme variedade de petiscos germânicos a preços bem acessíveis, vá até a praça de alimentação do Shopping Neumarkt (47 3326 5566; Rua 7 de Setembro).

ESSENCIAIS

Para chegar lá

A estação de ônibus fica a 6 km do centro. A cada hora partem ônibus a Florianópolis (R$ 26, 3h), Joinville (R$ 20, 2h) e Curitiba (R$ 26, 4h). Para ir ao centro, pegue o ônibus chamado Fonte ou um táxi por cerca de R$ 10. O sistema de aluguel de bicicletas implantado em 2006 é uma alternativa agradável para percorrer a cidade.

O custo

Refeição bufê colonial: a partir de R$ 10 (por pessoa)
Refeições em Biergarten: média de R$ 20 (por pessoa)
Refeições em restaurante superior: média de R$ 30 (por pessoa)

PARA DORMIR

• Faça reserva antecipada caso o plano seja visitar a cidade durante a grande festa da cerveja. A Pousada Grun Garten (47 3339 6529; grungarten.com.br; diárias a partir de R$ 30; Rua São Paulo, 2457) é um albergue da rede Hostelling International (HI), localizado a 6 km do centro, no subúrbio de Itoupava Seca. É limpo e tem comodidades como lavanderia, restaurante e fácil acesso de ônibus.

• Com uma imponente fachada de madeira e um típico kaffehaus anexo, o Hotel Gloria (47 3326 1988; hotelgloria.com.br; diárias a partir de R$ 70; Rua Sete de Setembro, 954) oferece quartos confortáveis e um clima nostálgico agradável. As diárias incluem
estacionamento e acesso a internet.

• O Hotel Garden Terrace (47 3326 3544; diárias a partir de R$ 90; Rua Padre Jacobs, 45) não exatamente merece as quatro estrelas que ostenta, mas fica em uma das melhores localizações da cidade, bem perto da catedral de Blumenau. Os quartos dos pisos superiores tem vistas adoráveis da cidade e do vale que faz parte da região.

• Com uma fachada de tijolos que faz dele um marco na cidade, o Himmelblau Palace Hotel (47 3036 5800; himmelblau.com.br; diárias a partir de R$ 130; Rua Sete de Setembro, 1415), é um dos mais luxuosos hotéis da cidade, com quartos iluminados e mobiliário simples, mas moderno.

DICAS DE OUTROS VIAJANTES

Cristais

Blumenau também é famosa pela alta qualidade dos cristais que fabrica com designs inovadores e delicados. Vale fazer uma visita até a Cristal Blumenau (47 3041 5525; cristalblumenau.om.br, Rua 2 de Setembro, 1330) ou até a Glas Park (47 3327 1261; glaspark.com.br; Rua Rudolf Roedel, 147), um museu que mostra a história da indústria e da arte em cristais.
Joana Costa Aguiar

Arredores

A região conhecida como Vale Europeu é formada por cidades e vilarejos nos arredores de Blumenau que têm em comum a colonização italiana e alemã. Elas ainda preservam a cultura europeia e, durante a Oktoberfest, realizam seus próprios festivais. Vale muito ir até Pomerode (30 km de Blumenau) onde cerca de 80% da população ainda fala alemão entre si.
Wagner Camiccelo

Diversão

Para comer uma ótima pizza barata, beber diversos tipos de cerveja e, ainda, cair na balada em Blumenau, rume para a região da ponte Rua República Argentina, onde há bares e choperias como a Tunga Choperia (Rua 15 de Novembro, 1020), superanimada e com ótimas cervejas.
Jaime Clerico

Descubra mais

O guia Brasil (R$ 60), da Lonely Planet, tem um capítulo específico sobre a cidade catarinense de Blumenau. Outro bom material de consulta é o recém-lançado guia Santa Catarina (R$ 38), da série O Viajante. Na internet, o site turismoblumenau. com.br tem também várias informações úteis sobre o que ver e fazer na região.

via viagem e cia

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado pelo seu comentário.